FAGAR PROMOVE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA
Quarta, 07 Setembro 2011 00:00

A FAGAR E.M. consciente da sua responsabilidade social e ambiental tem vindo a promover e a implementar um conjunto de medidas que visam a promoção da eficiência energética.


A empresa solidária com as obrigações assumidas pelo Estado Português que ao abrigo do Protocolo de Quioto e do compromisso de partilha de responsabilidades, assumiu o compromisso de limitar o aumento das suas emissões de gases de efeito estufa (GEE) em 27% no período de 2008-2012 relativamente aos valores de 1990, procura dar o seu singelo contributo pelo aumento da eficiência energética das suas instalações, através da redução de consumos e pela utilização de fontes alternativas, nomeadamente pelo recurso à micro-geração de energia elétrica por painéis solares fotovoltaicos.


As novas metas enunciadas pela União Europeia, dentro do Pacote de Energia e Alterações Climáticas apontam a eficiência energética como uma medida estratégica de grande relevância para todos os estados membros. Isto acontece, não só pela responsabilidade Social inerente ao combate ao aquecimento global e alterações climáticas, mas também por razões económicas. Com este propósito e consciente que por razões económicas, ambientais ou ambas, todos podemos e devemos ser mais eficientes, tem a FAGAR E.M. vindo a implementar, dentro das suas possibilidades, uma Politica de racionalização de recursos energéticos que importa salientar.


Assim, numa primeira etapa foi concretizada a instalação de três Centrais de micro-geração, com painéis fotovoltaicos para a produção de energia elétrica a partir da radiação solar. Estas centrais estão em funcionamento nas nossas estações dos reservatórios do Alto Rodes, Santo António do Alto e Montenegro. Observa-se uma produção média anual de 22500 kWh, essa quantidade através de uma produção convencional, pela rede nacional, onde se inclui o recurso à produção através da combustão de combustíveis fósseis, corresponderia a uma emissão de cerca de 9,5 Ton/ano de CO2 para a atmosfera.


Com a certeza de que entre os maiores consumidores de energia eléctrica também estão as instalações eléctricas de iluminação, procedeu-se à adjudicação da substituição do equipamento que assegura a iluminação do reservatório do Alto Rodes. Esta intervenção veio permitir, para além, do embelezamento da estrutura a redução no consumo de energia eléctrica de 85% com um “pay-back” de aproximadamente seis meses, garantindo uma poupança de 49700 kWh/ano, contribuindo para evitar mais uma emissão de 21 Ton. CO2/Ano.


Em relação às estações de bombagem de águas dos diversos reservatórios da empresa, foi identificada a viabilidade técnica e económica da instalação de Variadores Eletrónicos de Velocidade (VEV), nos motores da estação elevatória de águas do Reservatório do Alto Rodes. Para o efeito foi apresentada e selecionada a candidatura ao Plano de Promoção da Eficiência Energética no Consumo de Energia Elétrica (PPEC 2010) promovido pela ERSE, Entidade Reguladora dos serviços Energéticos sendo a ADENE – Agência para a Energia a entidade responsável pela sua gestão e execução, com vista a obter uma comparticipação financeira na aquisição dos respetivos variadores.


A Instalação destes equipamentos permitirá aos grupos de bombagem operarem de forma mais eficiente, com menor gasto de energia. Assim, a implementação deste sistema permitirá a economia de na eletricidade na ordem dos 61000 kWh/ano, a que corresponderá a salvaguarda do meio ambiente com o evitar da emissão de 26 Ton. CO2/ano para a atmosfera.


Com este conjunto de medidas, conducentes à melhoria do desempenho das suas instalações ao nível da eficiência energética, a FAGAR E.M. está consciente, que além da defesa do seu património financeiro, está a dar um firme contributo e exemplo, para a melhoria do ambiente e da qualidade de vida da população em geral.

 
<<  Novembro 2017  >>
 Seg  Ter  Qua  Qui  Sex  Sáb  Dom 
    1  2  3  4  5
  6  7  8  9101112
13141516171819
20212223242526
2930